POR QUE NÃO PODEMOS ESQUECER OS GOLPES DE AÉCIO

Por Rogério Correia*, no Facebook

Aécio Neves voltou a falar em público, a dar entrevistas e, claro, a dar golpes, até em seus pares do PSDB.

Isso acontece porque é beneficiado pela já conhecida impunidade que existe a favor dos tucanos, em particular, e a favor dos membros da elite, no geral.

O Mineirinho da Odebrecht fala até em candidatar-se a retornar ao governo mineiro, dando de ombros ao fato de que foi pego em flagrante, com provas em áudio e vídeo, pedindo propina e até ameaçando de morte.

Quem não pode nunca dar de ombros é o povo mineiro, com relação à história de Aécio Neves. Trajetória lembrada até na mídia corporativa que sempre o defendeu, como lembra o jornalista Elio Gaspari, da Folha de S. Paulo: “Aécio é um coronel. Como senhor das Gerais, manteve a imprensa mineira sob uma pressão sem paralelo entre os grandes estados. Podendo, dava uma passadinha pelo circuito chique-brega de Paris”.

De golpe ele entende. Liderou o golpe contra a presidenta eleita pelo povo, e agora destitui da presidência de seu partido o seu colega Tasso Jereissati, que lhe ajudou a manter o mandato através da blindagem congressual.

Novamente, parece não dar a mínima em ter se transformado no vilão maior do país, ao lado do ilegítimo Michel Temer (como demonstram todas as pesquisas).

Essas pessoas atuam assim, por trás do palco, nas coxias da política, atacando a democracia na esperança de que não estão sendo percebidos, como bem lembrou o também jornalista Fernando Brito, em seu ótimo blog Tijolaço:

“Não te finjas de leão, porque o que tu és é um rato, um rato que roeu a democracia brasileira quando não aceitou tua derrota e, no minuto seguinte, em lugar de se curvar à vontade do povo brasileiro, fostes tramar para derrubar o governo.”

Todo cuidado é pouco com essas pessoas. Por isso, é preciso sempre iluminar o que fazem. Em Minas, após anos controlando a mídia e o Judiciário, a magia aecista virou passado. Perdeu todas as eleições que disputou no estado nos últimos anos.

Mas continua impune, estimulando a desesperança dos brasileiros. Não a nossa.

Estaremos sempre na luta contra o senador que tanto mal faz ao povo mineiro.

Rogério Correia é deputado estadual (PT-MG)

Leia também:

Altamiro Borges: Pelo bem do jornalismo, IstoÉ deve morrer

O post Rogério Correia: Nós, mineiros, não podemos esquecer nunca todo o mal que Aécio fez ao povo de Minas apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

Publicação de: Viomundo