por Marcelo Zero, via WhatsApp

O gráfico acima foi feito por Jairo Nicolau*  com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do IBGE.

Mostra a percentual de aumento da renda familiar, por vintil de rendimentos, em diferentes governos.

Vintil é a divisão da renda em camadas de vinte. Se fosse uma divisão por 10, seriam decis.

O 20º vintil, a barra superior dos gráficos, são os 5% mais ricos.

Depois vêm o 19º, o 18ºe  assim sucessivamente até o 1º, a barra inferior do gráfico, onde estão os 5º mais pobres.

No caso do governo Lula, vê-se claramente que as barras aumentam , a medida que vai se descendo no gráfico.

No governo Sarney, os mais ricos ganharam muito, mas os mais pobres ganharam muito pouco ou mesmo perderam.

No governo Collor, todas as classes saíram perdendo. No governo FHC , tudo ficou praticamente estagnado. Não houve evolução alguma.

Já no governo Lula, todas as classes ganharam muito, especialmente as mais pobres, o que explica a eliminação da miséria e a queda na desigualdade.

No governo Dilma, mesmo incluído o terrível ano de 2015, no qual houve graves retrocessos, há ganhos moderados.

PS do Viomundo: Jairo Nicolau é um cientista político especialista em sistemas eleitorais. Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foi pesquisador do IUPERJ, posteriormente transformado no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 

O post Gráfico revela: No governo Lula, todas as classes ganharam muito, especialmente as mais pobres; veja nos demais apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

Publicação de: Viomundo