O ator Fabio Assunção participou na terça-feira, na sede da Cia de Teatro Pessoal do Faroeste, no centro de São Paulo, de uma reunião de parlamentares, ativistas, advogados e artistas sobre a situação da Cracolândia e sobre os abusos que estão sendo cometidos lá contra moradores, usuários e dependentes de drogas.

Um dos focos de atenção e preocupação foi a proposta de internação compulsória de dependentes que se encontrem no território da Cracolândia, defendida pelo prefeito Doria.

Corajosamente, o ator falou sobre sua própria experiência com a dependência, dizendo:

“A droga comeu dez anos da minha vida. Fui internado quatro vezes e não deu certo. Você toma mais droga lá [internado] do que quando está na rua.”

Fábio disse que “é importante falar da cura, mostrar pra sociedade que há um caminho…”

O grupo, por iniciativa de Fabio, decidiu tentar uma via de diálogo com o prefeito João Doria Jr, a fim de buscar solução para a Cracolândia, que respeite os direitos humanos dos usuários de drogas ilícitas.

Vamos acompanhar com esperança.

ASSINE e ajude a divulgar nosso abaixo assinado pelo fim da violência e da internação forçada de dependentes químicos. ASSINE: bit.ly/doriachegadeviolencia1

O post Fabio Assunção critica internação compulsória na Cracolândia apareceu primeiro em Jornalistas Livres.

Publicação de: Jornalistas Livres