Beijo de Temer e Cunha

Capa da ‘Piauí’ de janeiro mostra beijo entre Temer e Cunha

Ilustração é da artista russa Nadia Khuzina, radicada na Califórnia (EUA), editora de um blog de charges políticas e colaboradora da publicação brasileira

por Redação, do Estadão, sugerido por Julio César Macedo Amorim

30/12/2015, 15h33

A capa da revista Piauí de janeiro traz a ilustração de um beijo entre o vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Com a mão esquerda, Cunha cola nas costas de Temer um adesivo com a inscrição “Fora Dilma”. A obra é da artista russa Nadia Khuzina, radicada na Califórnia (EUA), editora de um blog de charges políticas e colaboradora da publicação brasileira.

Bundesarchiv_B_145_Bild-F088809-0038_Berlin_East_Side_Gallery-525x350

A ilustração do beijo entre Temer e Cunha é inspirada na cena em que o líder soviético Leonid Brejnev e o então presidente da extinta Alemanha Oriental (RDA), Erich Honecker, se cumprimentam com o beijo adotado pelos regimes comunistas no século passado, após uma solenidade de celebração dos 30 anos da RDA, em 1979. A imagem ficou mundialmente conhecida com o grafite no muro de Berlim feito pelo também russo Dmitri Vubrel, chamado “Meu Deus, Me Ajude a Sobreviver a esse Amor Fatal” e também conhecido como “Beijo Fraterno”.

Leia também:

Delator da Lava Jato afirma que diretor da UTC levou R$ 300 mil a Aécio; Folha “esconde” denúncia na capa 

O post Capa da ‘Piauí’ de janeiro mostra beijo entre Temer e Cunha apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

Publicação de: Viomundo