CategorySem categoria

“Venda” inesperada do tríplex está cheirando mal

Ninguém queria comprar o tríplex de Lula. Após meses em oferta, o leilão só teve um lance.

De repente, do nada, um indivíduo chamado Fernando Costa Gontijo, sócio de diversas  empresas, as quais possuem diversos contratos com o setor público, principalmente com o governo do Distrito Federal, Gontijo também é sócio do advogado José Augusto Rangel de Alckmin em uma empresa imobiliária.

José Augusto é primo de Geraldo Alckmin (PSDB), presidenciável e ex-governador de São Paulo.

 

 

E, por fim, Fernando Gontijo arremata o imóvel em leilão exatamente pelo preço que ninguém queria pagar.

É tudo muito suspeito. Um apartamento de 200 metros quadrados no Guarujá, na praia das Astúrias, não sai por 2,2 milhões de reais de modo algum.

Por isso, estava encalhado.

Por isso, não houve lance algum. O único que havia sido dado fora um engano…

O lance de Gontijo foi dado faltando quatro minutos para o fim do leilão.

Conclusão: a suspeita é a de que houve alguma armação para que o imóvel fosse vendido exatamente pelo preço que a Lava Jato disse que valia – e que ninguém queria pagar – para sustentar a narrativa da Operação contra Lula.

O post “Venda” inesperada do tríplex está cheirando mal apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

A bajulação asquerosa de Nizan Guanaes a bilionários

 

 

Com a desculpa de relatar um não-assunto, sua chegada aos 60 anos, o publicitário proto tucano Nizan Guanaes escreveu uma bajulação asquerosa a bilionários, começando pelo defunto mais rico do país, Roberto Marinho

 

 

*

 

Dia 9 de maio, eu faço 60 anos. É a idade em que o sujeito começa a repetir em festas, rodas de café e salas de dentista a psicanalítica frase: “Você sabia que Roberto Marinho começou a Rede Globo aos 60 anos?”.

É por isso que dedico a ele esta coluna de 60 anos. Roberto Marinho, seu Frias (o visionário publisher desta Folha), Abilio Diniz, Jorge Paulo Lemann, Jorge Gerdau são homens que não param quando o dinheiro não é mais problema. Eles seguem iluminando o caminho, e nós vamos seguindo atrás.

No dia 4 de novembro, aos 60 anos, eu vou correr a maratona de Nova York. O homem que atravessará a linha de chegada mais morto que vivo depois de mais de quatro horas de corrida é um ex-gordo de quase 200 quilos que está escrevendo um livro chamado “Fênix, Porque Tudo Acabou”. Não é um livro sobre mim, mas sobre reinvenção —tão necessária num mundo onde tudo acabou e onde todos nós, repito, todos nós precisamos nos reinventar.

Porque, eu não sei se já disse, o doutor Roberto Marinho fundou a Rede Globo aos 60 anos (kkk). E, para mim, a obra maior de doutor Roberto não é a Globo (essa obra colossal). Sua maior obra é ensinar os outros a seguir em frente após os 60.

Aliás, devo confessar que o doutor Roberto não me inspirou só profissionalmente, mas amorosamente também. Quando conheci Donata, disse a ela com a maior cara de pau que devíamos nos casar porque não devíamos esperar como o doutor Roberto esperou até bem tarde para se declarar ao seu antigo amor, dona Lily. Ou seja, o homem fundou a Globo aos 60 e redescobriu o amor depois dos 80. Eu mandava flores com cartões a Donata e assinava doutor Roberto.

Não parar de sonhar, não parar de amar, esse é o legado de Roberto Marinho e de tantos homens e mulheres pelo mundo todo que inventam e se reinventam sem olhar no relógio do tempo porque reinventam o relógio e o tempo.

No ano que vem, aos 61 anos, vou estudar em Harvard. Quero também cursar a Universidade Singularity, frequentar Davos e o DLD Innovation Festival de Tel Aviv, cheio de perguntas e repetindo, como Sócrates, que só sei que nada sei.

O homem que amanhã chega aos 60 anos não é bem um homem, mas uma errata. Uma vida iluminada por um monte de erros crassos reescrita a muitas mãos, onde são visíveis a caligrafia amada de Donata, os garranchos de meus médicos Roberto Kalil e Arthur Guerra e de tantas outras mãos que me deram a mão para eu chegar até aqui.

Vim comemorar meus 60 anos amanhã na ilha devastada e em reconstrução de Saint Barth. Quando escolhi o lugar, não percebi o significado da escolha. Passarei sem festa, com mulher e filhos a celebrar tranquilo nessa linda ilha, com suas praias azuis, suas rochas de Xangô e suas águas de Iemanjá.

Devastada pelo furacão Irma, ela renasce das cinzas como Fênix, como eu, que tantas vezes tive de me refazer.

Vivemos num século no qual as pessoas vão viver muito, mas muito mesmo. E precisam estar dispostas a se reinventar muitas vezes. Como Abilio, Jorge Paulo, seu Frias, Olavo Setúbal, Fernando Henrique, Luiza Trajano e Roberto Marinho nos diversos períodos de altos e baixos ao longo da longa vida.

São 60 anos. Seis anos sem minha mãe, 39 sem meu pai, décadas sem meu avô. Mas eles não morrem. E atravessarão comigo a reta de chegada da maratona com os meus pés congelados, os meus joelhos em frangalhos e a minha alma feliz. Para reafirmar, como disse Hemingway, que o homem pode até ser destruído, mas jamais vencido.

 

O post A bajulação asquerosa de Nizan Guanaes a bilionários apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Defender quem, o quê, como, onde, quando, por quê?

O post Defender quem, o quê, como, onde, quando, por quê? apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Inquérito sobre caixa dois de Alckmin é encaminhado para 1ª instância

A Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de São Paulo (PRE-SP) informou nesta sexta-feira (27) que pediu que o inquérito sobre suposto caixa dois de mais de R$ 10 milhões para as campanhas de Geraldo Alckmin (PSDB) seja remetido à primeira instância.

O tucano perdeu o foro especial ao deixar o governo paulista, em 6 de abril, para disputar a Presidência da República. Havia dúvida se o caso ficaria na segunda instância, uma vez que envolve o secretário estadual Marcos Monteiro, apontado como operador dos repasses ilícitos da Odebrecht em 2014.

Em 2010, os R$ 2 milhões supostamente doados sem declaração oficial teriam sido intermediados pelo cunhado do ex-governador Adhemar Cesar Ribeiro.

“Conforme precedentes do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a existência de secretário entre os investigados não atrai competência para segunda instância”, justificou o MPF em nota.
A PRE-SP disse que obteve vista dos autos, que correm em sigilo, na quarta-feira (25). A promotoria eleitoral paulistana afirmou que ainda não foi notificada.

Alckmin nega irregularidades em todas as suas campanhas eleitorais e se diz à disposição da Justiça Eleitoral. Há 15 dias, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu enviar o inquérito à Justiça Eleitoral, tirando o tucano da mira imediata da Lava Jato.
Procuradores  dizem, no entanto, que podem pedir compartilhamento de provas para investigá-lo na esfera criminal caso encontrem indícios que sustentem o requerimento.

Na esfera civil, Alckmin é investigado pelo mesmo suposto esquema de caixa dois. O Ministério Público paulista investiga se ele cometeu improbidade administrativa.

Com informações da Folha

O post Inquérito sobre caixa dois de Alckmin é encaminhado para 1ª instância apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Juíza não vê ‘indicação de urgência’ em exame médico de Lula

A juíza da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, Carolina Lebbos, afirmou não haver “indicação de urgência” em exame médico solicitado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ela não deferiu pedido dos advogados sob o pretexto de que já pediu informações da Polícia Federal sobre o pleito.

O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o petista, “reiterou”, nesta quarta-feira, 25, “o pedido formulado no dia 20.04 (evento 66) para que o Peticionário seja atendido periodicamente e sempre que necessário pelos médicos listados naquela peça, diante das razões ali expostas – devidamente acompanhadas de relatório médico”.

A defesa ressaltou que “Lula tem 72 anos de idade, está custodiado desde o dia 07.04.2018 na Superintendência da Polícia Federal no Paraná e, desde então, não passou por qualquer exame de rotina como habitualmente vinha realizando pelas mesmas razões expostas na petição anterior”.

“Consigne-se, ademais, e sempre com o devido acatamento, que a Defesa do Peticionário obteve informações de que outras pessoas que se encontram custodiadas na Superintendência da Polícia Federal no Paraná recebem atendimento de médicos por eles indicados, de forma que o pedido ora reiterado, além de necessário para preservar a saúde do Peticionário, não implicará em qualquer alteração na rotina daquele estabelecimento”, argumentam.

A juíza, no entanto, adiou a decisão.

“Quanto ao pedido de evento 90 [feito pela defesa de Lula], não havendo indicação de urgência, já houve solicitação de informações à Superintendência da Polícia Federal, a fim de subsidiar a análise judicial (evento 83)”, anotou.

Com informações do Estadão

O post Juíza não vê ‘indicação de urgência’ em exame médico de Lula apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Assembleia de MG acolhe pedido de impeachment de Fernando Pimentel

A mesa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) acaba de acolher, na tarde desta quinta-feira (26), em plenário, o pedido de Impeachment do governador Fernando Pimentel (PT).  A mesa também determinou a formação de uma Comissão Especial para dar parecer ao ato.

Os líderes dos partidos e blocos da Casa irão indicar os membros que vão compor a comissão para análise do pedido. O líder do governo na ALMG, deputado Durval Ângelo (PT), fará uma coletiva agora a tarde para dar o posicionamento do governo.

A peça entregue na Assembleia mostra diversos atrasos pelo governo de Minas nos repasses devidos às prefeituras mineiras, a fornecedores do Estado e, mais recentemente, à Assembleia Legislativa.

LEIA O PEDIDO DE IMPEACHMENT DE FERNANDO PIMENTEL

O calote de R$ 300 milhões levou o Legislativo mineiro a atrasar o pagamento dos salários dos servidores comissionados e dos deputados. Segundo o autor do pedido, Pimentel teria cometido crime de responsabilidade.

“Já faz alguns meses que o governador Pimentel está atrasando os recursos financeiros destinados ao pagamento dos duodécimos dos servidores públicos do Estado. O governo está atrasando os recursos do Legislativo, já atrasou os dos servidores do Judiciário e, todas as vezes que ele faz isso, fere a Constituição Federal”, considera Mariel Marra, advogado autor da peça que ganhou notoriedade por propor, em 2016, o impedimento do presidente Michel Temer (MDB).

Segundo ele, o artigo 168 determina que os repasses sejam feitos no dia 20 de cada mês e que, todas as vezes em que há atrasos ou quando os valores são menores do que o devido, o governo do Estado pratica ato atentatório contra as Constituições Federal e Estadual. Na petição entregue na Assembleia, o advogado mineiro também cita o escalonamento dos salários dos servidores do Executivo, que recebem de forma parcelada desde o início de 2016.

 

Com informações de O Tempo.

O post Assembleia de MG acolhe pedido de impeachment de Fernando Pimentel apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Mesmo preso, Lula pode divulgar cartas e vídeos

Preso há 15 dias, o ex-presidente Lula ainda se comunica com a militância do partido, mesmo estando atrás das grades. As redes sociais do petista continuam ativas e sendo atualizadas diariamente e o ex-presidente já enviou através de seus advogados três cartas aos apoiadores que fazem uma vigília nas proximidades da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba .

No domingo (22) um vídeo gravado pelo ex-presidente pouco antes de se entregar à polícia foi divulgado no Twitter, no Facebook e no site que levam o nome dele. Na gravação, Lula explica porque resolveu se entregar e critica a força-tarefa da Lava Jato, inclusive o juiz federal Sergio Moro, que o condenou em primeira instância no caso do tríplex do Guarujá.

Para a advogada e cientista política Carolina Clève, o fato de Lula estar preso na PF não impede que suas redes sociais sejam atualizadas. “Não há nada que impeça a movimentação das redes sociais enquanto a pessoa estiver presa e, aqui, já incluo a possibilidade de alimentar as redes com vídeos do ex-presidente Lula”, garante. “A liberdade de expressão, embora não seja absoluta – assim como nenhum direito fundamental é – trata-se de pressuposto do Estado Democrático de Direito.

Por essa razão, não pode haver a proibição – a priori – de qualquer ato de manifestação e apoio”, completa Clève.

As páginas no Twitter e no Facebook, e o site que levam o nome do ex-presidente são administrados diariamente por apoiadores do petista.

Mas não é apenas através das redes sociais que Lula se comunica: o petista também transmite recados aos militantes que estão em vigília em Curitiba através de seus advogados.

Como está preso, Lula tem um dia específico da semana para receber visitas: a quinta-feira. Vários políticos já tentaram visitar o petista – inclusive a ex-presidente Dilma Rousseff, que veio a Curitiba nesta segunda-feira (23), e o pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT). A juíza federal Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena de Lula, negou autorização para as visitas.

Os advogados de Lula, porém, têm acesso livre ao petista. O ex-presidente já mandou três cartas a seus apoiadores através deles. Na primeira, lida aos militantes na última segunda-feira (16), Lula disse que estava “tranquilo, mas indignado” com a prisão. Dois dias depois, na quarta-feira (18), o ex-presidente enviou um novo recado, dizendo que valerá a pena morrer por seus apoiadores.

Nesta segunda-feira (23), a presidente do PT Gleisi Hoffmann leu uma carta enviada por Lula aos membros do diretório nacional do partido.

No documento, Lula comemora o resultado das pesquisas de intenção de voto e diz que “a luta continua”. “Tem insinuações de que se não for candidato, se não tiver holofote e de que se não falar contra a condenação, será mais fácil a votação a meu favor.

A Suprema Corte não tem que me absolver porque sou candidato, porque vou ficar bonzinho. Tem que votar porque sou inocente”, disse o ex-presidente.

Com informações da Gazeta do Povo

O post Mesmo preso, Lula pode divulgar cartas e vídeos apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Governo quer classificação indicativa (censura por idade) na internet

 

Começa nesta semana um debate sobre classificação indicativa. Será nesta quarta-feira, organizado pelo Ministério da Justiça e pela Procuradoria Geral dos Direitos do Cidadão.

Hoje, os conteúdos exibidos na televisão, no cinema e em videogames são acompanhados de recomendação sobre a faixa etária mais adequada. Vídeos on-line e sites, no entanto, seguem sem qualquer tipo de indicação. O governo estuda impor esse tipo de classificação à rede, o que equivale a pretender enxugar gelo, pois o controle na internet é virtualmente impossível

A série de discussões, iniciada em março, visa atualizar a atual política em relação ao tema no país. .

Regina de Assis, doutora em Educação pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos, e membro do conselho de especialistas do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), participa dos debates desde a primeira edição e conta que o objetivo é levar a sociedade civil a se informar e formar opinião sobre o tema para que, a partir de então, uma atualização da lei seja proposta.

Seguem-se assim, os moldes do debate levantado em 2013, antes da implementação da portaria 368, sobre o processo de classificação indicativa. De acordo com a regra, produtos culturais precisam passar por análise da Secretaria Nacional de Justiça antes de serem veiculados. Uma equipe multidisciplinar — composta por advogados, psicólogos, especialistas em mídia e professores — avalia o conteúdo e aponta a idade indicada, que é informada antes do início do programa, ou do filme e na capa das embalagens de jogos. A ideia é replicar esse formato em vídeos on-line. Assim, representantes das gigantes de tecnologia também estão sendo convidados a participar da discussão.

Para Regina, o caminho seria criar uma comissão vinculada ao Ministério da Justiça para trabalhar diretamente com essas empresas. Ela lembra ter sido essa a estratégia aplicada no caso dos programas de TV e dos filmes:

— Os “Zuckerbergs” da vida têm sua responsabilidade sobre o conteúdo que é apresentado para crianças do mundo inteiro — afirma a especialista, em referência ao fundador do Facebook — Quem cria conteúdo para crianças e adolescentes tem uma responsabilidade social.

Liberdade de expressão

Ela lembra que, em 2013, durante as discussões, foram levantadas acusações de censura e que hoje, novamente, não é este o caso. Por isso, afirma ser importante um debate extenso, mas que respeite a urgência da situação:

— Não dá para fazer uma previsão linear de quando teremos essa proposta em mãos. Não se consegue organizar isso de uma hora para outra porque é algo que mexe com valores, com a relação entre adultos e crianças, com artistas que querem ter sua liberdade de expressão respeitada e com o público infantil que também deve ter sua ingenuidade respeitada. Mas precisamos agir logo. A criança que navega na internet sem controle parental está na selva sozinha.

Será necessário construir um aparato que se mantenha atual, pois os meios e formatos de conteúdo on-line estão em constante processo de atualização; e que tenha suporte internacional, já que a audiência na internet não respeita fronteiras físicas. Regina aponta organizações internacionais, entre elas a Unesco, como potenciais parceiros na luta por uma rede on-line de proteção às crianças.

Nádia Rebouças, consultora de comunicação e membro da Rede Brasileira Infância e Consumo (Rebrinc), concorda com a necessidade de classificação indicativa:

— As crianças já nascem com o polegar na tela, e muitas vezes os pais não conseguem assistir junto a todo o conteúdo que chega até elas. Eu costumo dizer que detestaria ser mãe de crianças pequenas neste momento, porque é de fato um desafio imenso para os pais. Eles, mais do que nunca, precisam estar atentos, mas precisam também ser ajudados pelas regulamentações do país.

“Trollagem” e bullying

Com mais de 20 milhões de inscritos em seu canal, Felipe Neto é famoso por gritar em seus vídeos. Em alguns casos, há dez segundos ininterruptos de um grito agudo, seguido de dois ou três palavrões usados para comentar um filme ou fazer uma piada. Em muitos dos vídeos de youtubers que são queridos pelo público infantil pratica-se também a “trollagem”, quando os jovens pregam peças em amigos. A prática, que pode ser considerada inocente por alguns, em vários casos constitui bullying. Regina afirma considerar agressivo o conteúdo de muitos dos vídeos, tanto pela linguagem utilizada quanto pelo alto tom das falas. Para a educadora, é quase inevitável que tais publicações influenciem o modo como os pequenos se comportam.

O psicanalista Pedro de Santi, estudioso do consumo, considera que, uma vez que os youtubers representam o ideal de fama aos olhos do público infantil, tudo o que fizerem será de alguma forma absorvido por esse público:

— Antes, as crianças queriam ser jogadoras de futebol ou artistas. Agora, se você perguntar a qualquer uma, a chance de ouvir “quero ser youtuber” é alta. Os pais precisam ganhar consciência de que ver conteúdo audiovisual na internet não é igual a ver TV. Não se pode deixar os filhos soltos na rede, nem proibir. É importante mostrar outras fontes de prazer.

Santi recomenda que, pelo menos até os 12 anos de idade, crianças não sejam autorizadas a ter celular com acesso a internet. E é fortemente recomendado que naveguem monitoradas pelos pais ou responsáveis:

— A internet é muito sedutora, estimulante, luminosa. Então, não importa o conteúdo, os pais e mães têm que monitorar. As famílias nunca tiveram tão pouco poder sobre o conteúdo que chega até a criança. Por outro lado, paradoxalmente, as famílias estão sendo cada vez mais cobradas para controlar isso.

Para Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do programa Criança e Consumo do Instituto Alana, é natural que as crianças se sintam atraídas pelos youtubers, que em geral falam de forma exagerada, propõem desafios e provocam o riso:

— É uma questão de desenvolvimento infantil: elas gostam do inusitado, de ver alguém fazendo algo que não veem com frequência.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/governo-estuda-estender-classificacao-indicativa-para-conteudos-da-internet-22616672#ixzz5DW9WCn6V
stest

O post Governo quer classificação indicativa (censura por idade) na internet apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

MP abrirá inquérito contra Alckmin por caixa 2 de 10 milhões

O Ministério Público de São Paulo abrirá inquérito para investigar se o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) cometeu improbidade administrativa no caso de suspeita de caixa dois de mais de R$ 10 milhões.

O cunhado do tucano Adhemar Cesar Ribeiro e o secretário estadual Marcos Monteiro serão incluídos. Eles foram apontados por delatores da Odebrecht como operadores de recursos não declarados nas campanhas ao governo paulista de 2010 e 2014.

Alckmin sempre negou qualquer irregularidade e disse que suas campanhas foram todas feitas dentro da lei. Procurada, sua assessoria ainda não respondeu.

O caso a ser apurado é o mesmo que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) encaminhou à Justiça Eleitoral, sob alegação de que não há indícios de corrupção passiva. Com a decisão, Alckmin saiu da mira imediata da Lava Jato.

Na investigação, o Ministério Público Estadual se atém à esfera civil.

A improbidade pode ser punida, por exemplo, com multa, suspensão dos direitos políticos, inelegibilidade e perda de cargo, emprego ou função pública.

A lei de 1992 que enquadra os atos contrários ao princípio da administração pública não prevê prisão, mas pune pessoas e empresas com perda de cargo e proibição de contratar com governos, por exemplo.

A improbidade ocorre em casos como recebimento de propina, fraude em licitação e busca de vantagem pessoal.

Em termos mais gerais, pode-se entender a improbidade administrativa como uma conduta desonesta por parte de funcionários públicos. No dicionário, a palavra improbidade significa desonestidade, ausência de integridade.

De acordo com os especialistas, para se configurar a improbidade administrativa é preciso que o servidor público tenha agido de má-fé.

Com informações da Folha

O post MP abrirá inquérito contra Alckmin por caixa 2 de 10 milhões apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

Filósofo diz que prisão de Lula o transformou em “mito”

 

Em sua coluna semanal à Radio CBN, o filósofo Mario Sergio Cortella disse que Lula se tornou um “mito” após  discurso histórico no Sindicato dos Metalúrgico do ABC.

Ouça

O post Filósofo diz que prisão de Lula o transformou em “mito” apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania

© 2018 bita brasil

Theme by Anders NorénUp ↑