Em discurso na tribuna da Câmara nesta quarta-feira (16), a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que é candidata à prefeitura de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:
General Villas Boas repete chantagem contra a libertação de Lula

Lavajatistas receiam nova bomba do Intercept no julgamento da 2ª instância

David Miranda explica que foto com Frota foi para rebater ‘fake news’

“Eu sou candidata e ponto final. Não vou deixar a esquerda assumir a prefeitura de São Paulo. Só um irresponsável faria isso. Se aparecer um candidato com mais musculatura que eu, com juízo, com a cabeça em cima do pescoço, que pense em São Paulo e seja aliado com a direita até eu apoio. Mas esse candidato com musculatura não apareceu”, disse a deputada.

“Eu tenho convite de cinco partidos, fico muito feliz que os partidos abram as portas para mim. Mas eu sou PSL. E como eu disse, jamais seria a primeira a trair. Jamais trairia ninguém. Agora, se eu for traída, aí é outra história”, completou.

A fala foi interpretada como uma indireta para o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que é o presidente da sigla no estado de São Paulo e não apoia candidatura de Joice.

Com informações do UOL.

Publicação de: Blog do Esmael