Por Esmael Morais

Publicado em 12/06/2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sofreu um duro revés na CCJ do Senado, nesta quarta, (12) acerca do porte de armas de fogo.

Os senadores aprovaram projetos que sustam os efeitos do decreto presidencial que facilita a compra de armas e munições.

LEIA TAMBÉM
Globo: Moro está muito preocupado com superexposição da #VazaJato

Pelo placar de 15 votos a 9, a CCJ derrotou os decretos “faroeste” de Bolsonaro que liberam a compra e o porte de armas.

“Os senadores demonstraram bom senso e sabem que armar a população brasileira não é a solução. Debate vai ao plenário da Casa”, comemorou o senador Humberto Costa (PT-PE).

A matéria ainda precisa ser examinada pelos plenários da Câmara e do próprio Senado.

“Vitória da oposição! Vitória do Brasil!”, bradam senadores da bancada do PT.

[embedded content]

Publicação de: Blog do Esmael