Por Esmael Morais

Publicado em 12/06/2019

A Greve Geral desta sexta-feira, dia 16 de junho, poderá enterrar de vez a diabólica reforma da previdência pretendida por Bolsonaro, bancos e a velha mídia comercial.

Já foi dito neste Blog do Esmael, em mais de uma oportunidade, que o fim da aposentadoria tem o objetivo de descapitalizar os brasileiros para capitalizar os bancos e os jornalões com gordos anúncios de banqueiros.

O trabalhador perderá com a reforma da previdência; os pequenos municípios sofrerão com a reforma da previdência; o pequeno comércio deixará de vender suas mercadorias; as famílias passarão fome com a reforma da previdência; idosos serão convertidos em moradores de rua e não dinheiro para comprar remédios com a reforma da previdência; enfim, é tudo de ruim.

LEIA TAMBÉM
Gleisi: Moro e Dallagnol são criminosos

Portanto, a luta desta sexta-feira é contra o Diabo. A Greve Geral é contra o Satanás e suas mentiras que visam atirar à miséria a maioria da sociedade.

Mas por que raios a reforma da previdência irá sucumbir? Ora, pela explanação acima e pelo “Fator Moro” –relativo ao ex-juiz Sérgio Moro.

Conversas secretas vazadas pelo site The Intercept revelaram que o ministro da Justiça pretendia prender quase a totalidade do Congresso Nacional, este que votará o fim da aposentadoria.

A lógica lavajatista seria deixar votar a reforma da previdência para depois enjaular os parlamentares. (Alguns congressistas podem até merecer o xilindró, mas é preciso respeitar o devido processo legal –premissa constitucional abandonada pela Lava Jato).

[embedded content]

Publicação de: Blog do Esmael