Por Esmael Morais

Publicado em 19/05/2019

O pessoalzinho que foi às ruas no dia 15 de maio que fique atento. Vem aí novos cortes no Orçamento. O anúncio será feito na quarta (22) pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

De acordo com a Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia, o governo irá anunciar novos cortes para o cumprimento da meta de déficit primário de R$ 139 bilhões e do teto de gastos federais.

A política neoliberal de Bolsonaro consiste em cortar verbas de programas diante do quadro de desaceleração econômica em que a arrecadação e a receita do governo caem. Ao retirar dinheiro de políticas públicas, necessariamente, privilegia-se o quadro recessivo para garantir a remuneração de rentistas (especuladores).

LEIA TAMBÉM
Lula ‘brinca’ no Twitter com final de Game of Thrones

Os novos cortes podem potencializar as manifestações do próximo dia 30 de maio, convocados pela UNE (União Nacional dos Estudantes) e entidades de professores, contra cortes de 30% no orçamento da educação. Universidades podem fechar as portas no segundo semestre se persistirem as navalhadas de Bolsonaro.

No sábado (18), Bolsonaro perguntou a um grupo de estudantes uma escola privada (mensalidade de R$ 3 mil ao mês) sobre a manifestação de 15 de maio.

“E este movimento do pessoalzinho aí que eu cortei verba, o que vocês acharam?”, questionou. “Um lixo”, respondeu um dos alunos do Colégio Bandeirantes, de Brasília.

Antes, porém, ainda em Dallas, no Estados Unidos, Jair Bolsonaro havia xingado de “idiotas” os 2 milhões manifestantes que foram às ruas do país contra os cortes de verbas para a educação.

Publicação de: Blog do Esmael