O ministro da Educação, Abraham Weintraub, passou por sabatina na tarde desta quarta-feira (15) por parlamentares no plenário da Câmara. O tema da reunião são os cortes promovidos pelo MEC, mas o ministro e deputados oposicionistas não demoraram a se envolver em bate-bocas e trocas de acusação.

Weintraub afirmou que estuda uma proposta para pagamento de um salário-mínimo a universitários que estudam para ser professores do ensino básico. Seria necessário, segundo ele, ter obtido nota elevada no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O ministro não deu detalhes da proposta, mas sugeriu que teria de passar pelo crivo do Legislativo, ao afirmar que “os parlamentares vão definir” qual seria a nota do Enem exigida. Segundo o ministro, seria uma forma de atrair jovens habilidosos para serem professores de “criança pequena”.

— Quem tiver uma nota alta no Enem e quiser fazer faculdade para ser professor, já recebe um salário-mínimo no primeiro mês de aula — disse Weintraub, complementando: — É uma das nossas propostas, que a gente não teve tempo de apresentar aqui. Mas por que não? Você atrai o jovem mais inteligente, mais habilidoso para ser professor de criança pequena.

O ministro também sugeriu que o dinheiro recuperado de corrupção na Petrobras poderá ser usado, no futuro, para as universidades.

Segundo ele, as autoridades brasileiras “estão concordando” em destinar os recursos para a educação e saúde.

— A gente não fica parado, a gente corre atrás. Uma parte do dinheiro que foi roubado da Petrobras está sendo recuperado. E está entrando de volta, já está internalizado aqui no Brasil e a Justiça brasileira, a AGU (Advocacia Geral da União), o MP (Ministério Público Federal) estão concordando em destinar para a Saúde e para a Educação esses recursos quando finalmente forem desembaraçados. O dinheiro roubado poderá servir de alívio para os reitores.

De OGlobo

O post Acuado em sabatina, promete salário-mínimo a estudantes de pedagogia e de licenciaturas apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania