TRAJETÓRIA

A exposição resgata trinta anos de produção do artista paulistano

Vanessa Gonzaga |
A exposição reúne caligrafias, colagens, instalações e objetos poéticos Divulgação/Paulo Winz

O próximo domingo (14) é o último dia de visita para quem ainda não conferiu a exposição Palavra em Movimento, de Arnaldo Antunes. A exposição, que está aberta desde o dia 16 de agosto reúne mais de 30 anos de produção visual do artista, que trabalha a palavra por meio de diversas técnicas verbais, sonoras e visuais. A atividade é organizada pela Caixa Cultural, que fica na Praça do Marco Zero, Bairro do Recife.

Com a curadoria de Daniel Rangel, a proposta da exposição é fazer uma síntese da trajetória da produção de Antunes nas artes visuais contemporâneas, reunindo, em recorte cronológico, caligrafias, colagens, instalações e objetos poéticos realizados em toda sua carreira artística.

Os grupos que agendarem visita à exposição Palavra em Movimento também podem participar da ocupação Poética Escrito/Sonora. Os participantes são convidados a criar, a partir de seu próprio repertório, composições caligráficas e verbetes sonoros utilizando como base a série Caligrafias, de Antunes, com escritos à base de monotipia sobre papel, com o uso de tintas de carimbo, realizada entre os anos de 1998 e 2003 pelo artista. Os agendamentos para visitar a exposição e participar da atividade podem ser feitos através do email gentearteirape@gmail.com ou pelo telefone 3425-1906.

Publicação de: Brasil de Fato – Blog