Eleitor que postou nas redes sociais vídeo com a mão dele segurando uma arma para digitar o  voto no candidato a presidente, Jair Bolsonaro (PSL), disse estar arrependido. A declaração consta do depoimento do autor do vídeo à Polícia Federal em Londrina, no Paraná.

Maykon Santana Aníbal, que é de Cornélio Procópio, no Paraná, disse que tudo não passou de “uma brincadeira”. “Foi uma brincadeira que eu fiz na hora ali, sem pensar, e que acabou resultando nesse problema”, explicou. “Nunca mais [faço de novo]. Errando que se aprende, né?”, disse em seu depoimento à Polícia Fderal.

Maykon foi descoberto pelo serviço de inteligência da Polícia Federal, que, nessa quarta-feira (1), cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do jovem em Cornélio Procópio.

O delegado da diretoria de Inteligência da PF, Guilherme Torres,  informou que a corporação mantém monitoramento das redes sociais. “Todas as ações na internet, assim como no mundo real, têm consequências”,  alertou o delegado.

Maykon Santana Aníbal poderá ser indiciado por quebra do sigilo do voto, assim que as investigações sobre o caso forem concluídas. O crime é previsto na legislação eleitoral com punição prevista de até dois anos de prisão.

Do Estado de Minas.

O post Espertão que votou com o cano do revólver e publicou vídeo é preso no Paraná apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania