Eleições Paraíba

Quatro vezes deputado estadual, o Frei disputa vaga para a Câmara Federal.

Paula Adissi |
Frei Anastácio tem longo histórico nas lutas sociais em defesa dos trabalhadores e da Reforma Agrária. Divulgação

Depois das entrevistas com Gregória Benário do PCdoB e Sandra Marrocos do PSB – ambas candidatas à deputada federal, hoje chegou a vez de ouvirmos as motivações da candidatura de Frei Anastácio (PT) e suas propostas, caso conquiste o mandato na Câmara Federal. Nesta sexta (14), para encerrar a rodada de entrevistas com as candidaturas mais expressivas da esquerda, vinculadas aos partidos que compõem a Frente Brasil Popular na Paraíba – Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Socialista Brasileiro (PSB) e Partido Comunista do Brasil (PCdoB) – o Jornal Brasil de Fato entrevista o vereador e sindicalista Marcos Henriques (PT).
Antônio Ribeiro, mais conhecido como Frei Anastácio, é frade franciscano, nascido no município de Esperança, na Paraíba. Tem 74 anos e está atualmente em seu quarto mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba. Em seu longo histórico de militante social ligado à Igreja Católica – na ala progressista da teologia da libertação – esteve principalmente a defesa da reforma agrária e da agricultura familiar, desde a década de 1970 está à frente dessas lutas, inicialmente na extinta Pastoral Rural e depois na Comissão Pastoral da Terra. Como deputado petista atuou na defesa dos direitos dos trabalhadores e no fortalecimento dos serviços públicos como educação, saúde e segurança.  

1. Para você, o que está em jogo nessas eleições?
Está em jogo o legado de Lula e do PT e as injustiças cometidas contra nosso ex-presidente. Precisamos mostrar nas urnas a indignação que o povo brasileiro sentiu ao ver seu maior líder político preso. Para isso, precisamos eleger Haddad e Manu, e um Congresso Nacional que dê suporte ao governo para que o Brasil volte a ser um país de todos e todas. 
2. Porque você é candidato?
Tanto eu, quanto a minha equipe e o Partido dos Trabalhadores, sentimos a necessidade de ampliar a nossa atuação. Depois de quatro mandatos como Deputado Estadual, vimos que era a hora de concorrer a uma vaga no Congresso Nacional, principalmente depois que Luiz Couto decidiu concorrer a uma vaga no Senado. Sabemos da importância de Luiz Couto como deputado federal para a Paraíba e compreendemos que não podíamos perder essa vaga. Em uma decisão conjunta, lançamos nossa candidatura para manter a representatividade do PT na Câmara Federal e dar continuidade ao trabalho que Luiz Couto vinha realizando. 
3. Quais serão suas principais linhas de atuação?
Continuaremos defendendo os direitos dos trabalhadores do campo e da cidade, das mulheres, dos negros, crianças e adolescentes, jovens, idosos, comunidade LGBT, defendendo a reforma agrária, a agricultura familiar, agroecologia, comunidades quilombolas e indígenas, os movimentos sociais do campo e da cidade, saúde, segurança pública e educação. Além disso, vamos lutar para revogar todas as medidas antipopulares desse governo golpista. É nosso compromisso fazer o Brasil e o povo voltar a ser feliz de novo.
Entre algumas das minhas propostas, estão:
Alinhar minhas propostas com as dos trabalhadores, fazer coro com agenda construída pelas centrais sindicais de nosso país. Ser participativo e intransigente na defesa do trabalho como promotor de desenvolvimento nacional. Defenderei políticas e programas que busquem diminuir o desemprego e subemprego.
Serei propositivo em relação ao fortalecimento do sistema de relações de trabalho, reconhecendo a importância dos sindicatos como agentes de mudança em nossa sociedade. Defenderei também a renovação da política de valorização do salário mínimo para os próximos quatro anos, na revogação da reforma trabalhista e da PEC que congela os gastos públicos por 20 anos. Buscarei assegurar a garantia de direito e acesso ao Sistema Público de Seguridade e Previdência Social.
Através do mandato, buscarei inibir qualquer prática de trabalho infantil e escravo. Defenderei a universalização da educação de qualidade em todos os níveis, sendo contra a qualquer tipo de privatização do ensino público.
Meu mandato também terá como bandeira o fortalecimento de Sistema Único de Saúde (SUS) com integralidade e universalidade. Também serei atuante no fortalecimento das empresas públicas como indutoras do desenvolvimento.
Participarei no fortalecimento das políticas voltadas para a Agricultura família, na Reforma Agrária e no desenvolvimento com inclusão no campo. E por fim, e não menos importante, terei minhas atenções voltadas a toda política, programas e ações que promovam a igualdade para mulheres, negros, jovens, LGBTs e migrantes.
 

Publicação de: Brasil de Fato – Blog