Quem quiser enxergar o simbolismo escandalosamente realista do momento de retrocesso que vive o Brasil não vai ter dificuldade se gastar alguns minutos com uma breve análise da coletiva de imprensa concedida pelo General Braga Netto, interventor federal-militar do Rio de Janeiro, concedida na terça-feira 27 de fevereiro. O chefão militar deu um show de prepotência e de falta de espírito público, bem ao estilo militar brasileiro, de triste memória.

O nome do general-interventor federal-militar do Rio, Braga Netto, tornou-se um dos assuntos mais comentados no Twitter na terça 27 sobretudo por interromper de maneira grosseira as perguntas de jornalistas em coletiva de imprensa em que afirmou que o “Rio é um laboratório para o Brasil”, ao insinuar que outros Estados podem sofrer medidas análogas às tomadas pelo governo federal no Rio de Janeiro.

Pior do que o autoritarismo do chefão militar foi o favoritismo pelos veículos considerados “de direita”. Pelo twitter, o jornalista inglês Dom Phillips denunciou que, na coletiva dos militares da intervenção do Rio, foram respondidas apenas perguntas da Globo e do Estadão. As feitas por jornalistas estrangeiros e pela Folha, não.

Traduzindo:

Vale a pena anotar da conferência de imprensa da Intervenção Federal de intervenção de hoje com generais no Rio de Janeiro. Somente perguntas por escrito; isso não foi anunciado previamente, somente esta manhã na chegada. Várias perguntas para a Globo e o Estado. Nenhuma para a imprensa estrangeira. Nem para a Folha

Como se vê, quanto menos democracia há em um país, mais autoritárias e injustas se tornam as autoridades.

Os militares interventores não entendem a obrigação que pessoas públicas e autoridades têm de prestar contas de seus atos à sociedade. O autoritarismo e a injustiça desses generais ao ignorarem perguntas dos jornalistas que não consideram favoráveis e escolherem para responder só as perguntas de órgãos de imprensa que julgam alinhados consigo, fica claro por que a democracia é sempre o melhor regime político para uma nação.

Que você que vive pedindo volta dos militares ao poder e o fim da democracia, confira como regimes autoritários só são bons enquanto você concorda com eles, mas se você discordar em algum momento, aí descobrirá para que serve a democracia.

Assista à reportagem em vídeo

 

O post General interventor favorece Globo e destrata imprensa apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Publicação de: Blog da Cidadania