Fenaj

Da esquerda para direita: Ângela Marinho, Mário Messagi Júnior, Lúcia Rodrigues, Bia Barbosa e, de azul, Sérgio Murillo de Andrade; o homem de terno estava ali para audiência de outra jornalista

Paulo Adriano Telhada, conhecido como Coronel Telhada,  é deputado estadual pelo PSDB e ex-comandante da Rota, o grupamento da Polícia Militar (PM) que mais mata no Estado de São Paulo.  Do seu currículo constam 36 mortes durante 32 anos de carreira militar.

Telhada é conhecido também por intimidar e processar jornalistas.

Um dos casos é o de Lúcia Rodrigues. Ela está sendo processada  no cível e no criminal devido à reportagem Coronel Telhada contrata parente e financiadores de campanha para assessorá-lo na Câmara de São Paulo, veiculada na Rádio Brasil Atual.

Por causa da mesma matéria, Telhada entrou também com ação na Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

Ele faz várias acusações a Lucia:

Telhada

Além de colocar em xeque a conduta ética e profissional da jornalista, Telhada pediu a exclusão dela do quadro de associados do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Paulo.

A Comissão Nacional de Ética dos Jornalistas Brasileiros realizou nessa sexta-feira 11, em Brasília, audiência sobre o caso. Lúcia compareceu e foi ouvida, Telhada, não foi.

Por unanimidade, a Comissão de Ética da Fenaj rejeitou a ação. Veja abaixo.

Resolução1 (1)

“Estou muito feliz com o resultado porque a justiça foi feita”, afirma Lúcia Rodrigues. “Se ele não gostou da matéria, não tenho  culpa.”

“Ela foi baseada em fatos e dados do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) e da Câmara Municipal. Os dados estavam todos ali. Eu apenas juntei as informações e publiquei”, prossegue Lúcia. “Aliás, ele diz que eu obtive vantagens com a matéria. Foi justamente o contrário. Eu fui demitida da Rede Brasil Atual por causa dela.”

Eu, Conceição Lemes, fiz para o Viomundo uma reportagem sobre a entrevista de Lúcia com Telhada e a demissão da jornalista.

Devido à nossa matéria, Telhada está processando também o Viomundo. O mesmo ocorre como Brasil de Fato, que a reproduziu.

Por exigência de Telhada os processos correm em segredo de Justiça.

 Leia também:

A entrevista com Telhada e a demissão da jornalista

O post Por unanimidade, Federação Nacional dos Jornalistas rejeita acusações do coronel Telhada contra Lúcia Rodrigues apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

Publicação de: Viomundo