domingo, 30 de agosto de 2015

Tucano ameaça matar Dilma. Será punido? 

por Altamiro Borges, em seu blog

O fascistoide Matheus Sathler, que disputou uma vaga de deputado federal pelo PSDB do Distrito Federal e levou uma surra nas urnas, postou na semana passada vídeo no YouTube em que ameaça “arrancar a cabeça” da presidenta Dilma “com foice e martelo”. O tucano aloprado dá até a data do homicídio: o próximo dia 7 de setembro. “Quando o povo agir já não vai ter mais volta. Renuncie, fuja do Brasil ou se suicide… Tenha humildade para sair do país porque, caso contrário, o sangue vai rolar”. Diante destas bravatas de estímulo ao ódio será que o inerte ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo – que neste domingo (30) foi hostilizado por fascistas em São Paulo – tomará alguma providência?

O “advogado” Matheus Sathler ficou conhecido nas eleições do ano passado por suas ideias fascistas e homofóbicas. Em outras aberrações, o admirador de Jair Bolsonaro propôs a criação do “Kit Macho e Kit Fêmea”, que seriam distribuídos nas escolas para “ensinar homem a gostar de mulher e mulher a gostar de homem” e “para instruir a mulher a ser feminina, dócil, boa dona de casa, boa mãe, apegada aos filhos e ao marido”. Em sua campanha, ele afirmava que seu objetivo “é livrar a família brasileira de sua total destruição, como vem tentando fazer o PT, que é o partido de Satanás”.

Em entrevista ao repórter Vinícius Segalla, do UOL, ele expôs todas as suas maluquices e dedurou os seus ídolos, além de Jair Bolsonaro: “Minha relação é muito boa com o Pastor Silas Malafaia, com o deputado Pastor Marcos Feliciano (PSC) e com o Padre Paulo Ricardo (da ala conservadora da Igreja Católica). Também têm entrado em contato comigo o Reinaldo Azevedo e o Rodrigo Constantino (ambos colunistas da revista Veja). Nós, os liberais-conservadores, temos nos articulado, sim”.

De imediato, o raivoso Reinaldo Azevedo garantiu que desconhecia o tucano maluco. “Nunca entrei em contato com este candidato. Nunca tinha ouvido falar de suas teses, essas coisas de cavalgadura”. Em seu blog na Veja, o jornalista – famoso por estimular o ódio e formar um exército de fascistas – postou: “Nunca falei com o sr. Sathler nem quero. Acho a sua proposta energúmena… Eu espero que ele tenha a hombridade de ligar para o UOL para dizer que nós jamais conversamos. Recomendo adicionalmente que não envolva meu nome em sua pantomima”.

Não se sabe até hoje se Matheus Sathler negou suas relações “liberais-conservadoras” com Reinaldo Azevedo. O que se sabe é que há dois processos disciplinares contra o tucano na Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB-DF). Elas correm em segredo de justiça, não sendo possível saber ainda o teor dos seus crimes. Sabe-se também que o eleitor da capital federal “arrancou” a cabeça do candidato do PSDB, que obteve apenas 1.415 votos e ficou em 66º lugar nas eleições. De qualquer forma, o lunático que ameaça matar a presidenta Dilma devia ser agora processado e internado!

 

 

 

O post Altamiro Borges: Ministro Cardozo, que providência será tomada contra o tucano que ameaça matar Dilma? apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

Publicação de: Viomundo